A história da jaqueta B-10

Os primeiros aviões de caça tinham a cabine aberta, e o uniforme dos pilotos era escolhido a partir do gosto pessoal, como pode ser visto em diversas fotos da Primeira Guerra Mundial. Na década de 20, a Força Aérea Americana produziu a jaqueta A-1, substituída pela conhecidíssima A-2 em 1931.

A A-2 é a jaqueta que marca os anos iniciais da aviação militar americana na Segunda Guerra Mundial, produzida em couro, a vestimenta tinha dois bolsos frontais com tampa. A A-2 foi usada concomitantemente à ANJ-3, que é a famosa jaqueta do filme Top Gun, e também junto com as B-3 e B-6, feitas em couro de carneiro com lã na parte interna. Apesar de todos esses modelos, a A-2 continuou sendo a mais popular de toda as jaquetas de vôo americanas da Segunda Guerra. Até janeiro de 1944…

Em princípios de 1944, devido às restrições do uso do couro para outras finalidades do esforço de guerra, a A-2 teve sua sucessora com a introdução da B-10, uma nova jaqueta feita em tecido de algodão e com forro de pele. Ela se tornou conhecida como “a jaqueta dos pilotos de caça”, a partir do momento em que a aviação Aliada estabeleceu a supremacia nos céus europeus depois do Dia D. O CHO oferece uma réplica da B-10 de 1944, além de algumas versões em materiais contemporâneos.

 

 

Deixe um comentário